Conselhos

Como perder peso com deficiências físicas


Embora as deficiências físicas possam dificultar a perda de peso, elas não significam que você precise abandonar completamente a aptidão física. Uma variedade de exercícios e opções de estilo de vida podem ajudar todas as pessoas a perder peso. Além disso, as pessoas com deficiência física podem participar de programas voltados à sua deficiência específica, que lhes permitirá exercer em um ambiente confortável, seguro e de apoio. Os exercícios que você pode fazer variam de acordo com a sua deficiência específica, por isso é importante consultar seu médico antes de iniciar uma rotina de condicionamento físico.

Passo 1

Escolha alimentos saudáveis ​​e com baixas calorias, que nutrem seu corpo e fornecem energia para o exercício. Se você estiver confinado a uma cadeira de rodas, sua ingestão calórica diária poderá ser ligeiramente inferior à média de 2.000 calorias, porque você se move com menos frequência. Para perder peso, você deve criar um déficit calórico queimando mais calorias do que consome. Para a maioria das pessoas, isso significa cortar calorias e se exercitar. Eliminar lanches e refrigerantes açucarados é uma maneira simples de reduzir as calorias de sua dieta. Coma proteínas magras e saudáveis, como peixes, e evite alimentos fritos e gordurosos. Consuma cinco a sete porções de frutas e legumes diariamente e beba bastante água. A desidratação pode tornar o exercício mais desafiador, principalmente se você já enfrenta desafios físicos.

Passo 2

Pergunte ao seu médico ou fisioterapeuta sobre uma rotina de exercícios saudável que não exacerbará os ferimentos que você tem. Lembre-se de que fisioterapia é exercício, portanto, uma ou duas horas por dia de fisioterapia pode ajudá-lo a atender às suas necessidades diárias de exercício.

Etapa 3

Procure ligas e clubes para pessoas com deficiência física. Basquete em cadeira de rodas ou corrida, por exemplo, é uma excelente maneira de fazer exercícios cardiovasculares e fazer amizade com pessoas que também superaram desafios físicos. O exercício cardiovascular é um exercício sustentado que eleva sua frequência cardíaca. Com o tempo, pode diminuir a pressão sanguínea e diminuir o risco de problemas cardiovasculares. Para pessoas com deficiência com problemas de mobilidade, o exercício cardiovascular pode ser especialmente difícil de conseguir, mas os esportes coletivos oferecem uma oportunidade para exercitar seu coração.

Passo 4

Tente hidroginástica. A água pode suportar parcialmente o seu peso, facilitando o movimento, e a natação e outras atividades à base de água podem ajudar a aliviar a dor que geralmente ocorre com uma vida sedentária e em cadeira de rodas. Algumas academias e organizações comunitárias oferecem hidroginástica para pessoas com deficiência física. Se você tiver alguma dificuldade com o movimento, use um colete salva-vidas enquanto pratica hidroginástica.

Etapa 5

Realize treinamento de força do corpo total. Se você não conseguir mover partes do seu corpo, fortaleça grupos musculares individuais que você pode mover. Por exemplo, tente levantar halteres de 2 a 5 libras com os braços ou usar pesos no tornozelo para ganhar força nas pernas. Ao aumentar a força, você pode aumentar o peso dos pesos e o número de repetições que realiza. Realize esses exercícios de treinamento de força pelo menos uma a três vezes por semana. O seu médico pode aconselhá-lo a realizar exercícios específicos ou a executá-los com mais frequência para evitar atrofia muscular; portanto, consulte seu médico antes de alterar sua rotina atual.