Conselhos

Desvantagens do Monitor de Frequência Cardíaca


Atletas geralmente usam monitores de freqüência cardíaca como parte de seu regime de treinamento. À medida que o uso de GRH se torna mais popular entre as pessoas que se exercitam, pode ser necessário ponderar os prós e os contras de usá-lo. O principal benefício do uso de um monitor de batimentos cardíacos é evitar o excesso de treinamento e permanecer na sua "zona". No entanto, você deve considerar algumas desvantagens antes de tomar uma decisão informada sobre a inclusão de uma no seu programa de treinamento.

Consistência

HRMs percorreram um longo caminho desde sua introdução no início dos anos 80, mas a inconsistência continua sendo uma das principais desvantagens, de acordo com Kuno Hottenrot, autor de "Treinamento com o monitor de freqüência cardíaca". Os usuários de GRH geralmente se queixam de leituras inconsistentes, o que dificulta o controle do quanto você está trabalhando durante uma atividade. Isso parece ser um problema generalizado, desde GRHs baratos a caros.

Dados insuficientes

Para obter os benefícios máximos do exercício, você precisa treinar em uma zona específica da sua freqüência cardíaca máxima. Os defensores afirmam que o treinamento com um monitor de freqüência cardíaca ajuda a garantir que você faça isso, aumentando assim os benefícios do exercício e melhorando o desempenho. Embora muitos treinadores jurem por eles, não há evidências concretas para mostrar que o uso de uma gestão de recursos humanos melhora o desempenho.

Despesa

A adição de uma GRH ao seu regime de treinamento é uma despesa adicional e, sem a ciência para fazer backup de seu uso, pode ser um desperdício de dinheiro. Além disso, muitas pessoas não aderem ao seu uso a longo prazo. Os HRMs mais baratos podem custar cerca de US $ 39,99 e normalmente carecem de muitos recursos. Um RH realmente bom pode custar mais de US $ 100. É melhor garantir que um monitor de batimentos cardíacos seja adequado para você antes de mergulhar.

Considerações

Antes de comprar um HRM, tente monitorar sua frequência cardíaca por conta própria. Você provavelmente descobrirá que é fácil, conveniente e mais consistente. Durante a atividade, basta pressionar o dedo indicador, o segundo e o terceiro dedos na parte interna do pulso e contar as batidas por 10 segundos, e depois multiplicar por seis para obter as batidas por minuto. Aumente a intensidade da atividade e repita até estar na sua zona-alvo. Com a prática, você poderá dizer pela intensidade do exercício se está treinando na sua zona-alvo ou não.